7 cuidados com o chuveiro que todos precisam tomar

Equipamento é comum nas casas, mas nem todas as pessoas sabem utilizá-lo corretamente.

Poucas coisas são melhores do que chegar em casa e tomar um banho na exata temperatura que desejamos, não é mesmo? Esse conforto ficou muito fácil de se alcançar com a popularização do chuveiro elétrico e com a diversidade de modelos – cada vez mais modernos – que são lançados.

No Brasil, antes da invenção desse tipo de chuveiro – que ocorreu apenas na década de 40- a única opção era o aquecimento à gás. Porém, nem todas as localidades eram atendidas por uma rede de distribuição dessa fonte de energia. Resultado: o aquecimento da água do banho tinha que ser feito em uma panela ou o banho era tomado frio mesmo.

Agora é tão natural ligar o chuveiro e ajustar facilmente a sua temperatura que, muitas vezes, nos descuidamos dessa peça tão fundamental para o nosso dia a dia. É aí que mora o perigo: além do risco de choques elétricos, também podemos acabar estragando nosso equipamento sem querer.

Como cuidar do seu chuveiro

O cuidado com o chuveiro deve começar ainda na fase da instalação. Um profissional de confiança é sempre a melhor escolha nessa hora, caso você não seja experiente no assunto. Lembre-se: é a sua segurança e a da sua família que está em jogo. Chuveiros elétricos, assim como outros aparelhos, são seguros desde que instalados e manuseados corretamente.

Veja a seguir algumas dicas simples que podem salvar a sua vida e a do seu chuveiro.

 

Na instalação

1.Na instalação, redobre a atenção na hora de instalar o fio de aterramento. É ele quem garante a segurança e evita que choques elétricos aconteçam. Na instalação correta, o chuveiro terá dois fios 110V e o fio terra, e os três devem estar conectados. O fio de aterramento deve ser verde ou amarelo, enquanto o neutro é azul e os de fase em outras cores que não essas.

2. A fiação e o disjuntor devem ser selecionados de acordo com a corrente e potência do chuveiro, com 10% a mais de capacidade. Para um chuveiro de 10 amperes, você utiliza fios que suportem até 110 amperes. Essa fiação deve ser exclusiva para o chuveiro.

3.Caso a resistência do chuveiro queime, lembre-se sempre de desligar o disjuntor antes de fazer a troca por uma nova.

Durante o uso

4.Utilize o termostato com sabedoria. Além de adequar sua posição à temperatura de acordo com a condição climática, nunca mova sua posição com o chuveiro ligado.

5.Caso você sinta uma espécie de formigamento ao tocar em qualquer parte do chuveiro, é sinal que há passagem de corrente elétrica. Esse é o maior sinal da necessidade de manutenção da peça.

6.A utilização de chinelos como isolante de corrente só funciona quando ele está seco. De qualquer forma, evite soluções paliativas e corrija o problema o quanto antes.

 

Escolhendo um novo aparelho

7.Com os cuidados adequados, os chuveiros são capazes de alcançar uma vida útil bastante longa. Porém, depois de algumas manutenções, o mais indicado é trocar o aparelho. Invista em modelos modernos, que funcionam de forma inteligente, ajudando inclusive a economizar água e energia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *